REGULAMENTO

REGULAMENTO DA PROVA



1 . ORGANIZAÇÃO

1.1. A U.V.P./F.P.C.- Federação Portuguesa de Ciclismo, organiza os Campeonatos abaixo mencionados, para a atribuição dos títulos de Campeão de Portugal, chamados de CAMPEONATOS NACIONAIS, provas unicamente reservadas aos licenciados portugueses (exceção feita aos Campeonatos por Equipas).

A U.V.P./F.P.C. em conjunto com o organizador definirá a forma de disputa dos campeonatos por categoria em função do número de inscritos e das condições técnicas do percurso.

1 . ORGANIZAÇÃO

1.3. LOCALIZAÇÃO

A localização dos CAMPEONATOS NACIONAIS, é da competência da U.V.P./F.P.C., ou das entidades particulares, se for caso disso, sendo as respectivas datas marcadas quando da elaboração do Calendário Nacional, tendo em conta o que recomenda a UCI, sobre as datas de realização destas provas.

1.4. INSCRIÇÕES

As inscrições devem ser efetuadas diretamente através do sistema de inscrições on line disponibilizado no site da UVP/FPC até cinco dias antes da realização da prova.

2. CAMPEONATOS NACIONAIS DE ESTRADA INDIVIDUAIS

2.1. FORMA DE DISPUTA

a) Os CAMPEONATOS NACIONAIS, cujo trajecto e direcção são de exclusiva responsabilidade da U.V.P./F.P.C., são disputados numa só corrida.

b) CATEGORIAS / DISTÂNCIAS – As distâncias dos CAMPEONATOS NACIONAIS devem, tanto quanto possível, aproximar-se da quilometragem máxima para cada categoria expressa no quadro seguinte:.


c) Quando o CAMPEONATO NACIONAL DE FUNDO for disputado em circuito, o respectivo perímetro não pode ser inferior a 10 Kms.

d) Para ser atribuído o título de campeão nacional, é necessária a participação e classificação de pelo menos cinco corredores.

e) Nas categorias em que o número de licenciados exceda os 160 serão realizados provas (Taças), para apurar os participantes nos Campeonatos Nacionais.

Notas::

1. Dado o número ainda reduzido de participantes femininas em 2015 para a atribuição do título de Campeã Nacional, basta a participação de três corredoras.

2. A atribuição dos títulos de Campeão Nacional aos atletas da classe de para ciclismo não está condicionada ao número mínimo de participantes.

2.2 PARTICIPAÇÃO / APOIOS

a) ELITES;SUB-23; JUNIORES; CADETES e FEMININAS

As equipas são livres de inscrever os seus corredores, de acordo com o regulamento geral, desde que o pelotão não ultrapasse os 200 elementos.

Apoio às equipas:
Pagamento de deslocação . (0,22/Km )
Até 2 corredores 1/3 dos Kms.
1 carro de 3 a 4 corredores
+ de 5 corredores 2 carros.

b) MASTERS

A inscrição è livre até um máximo de 200 corredores (a seleção depende do organizador).
As Categorias de Masters + de 60 poderão correr numa só prova para o seu escalão.
Não haverá pagamento de qualquer apoio.


3. CAMPEONATOS NACIONAIS CONTRA-RELÓGIO INDIVIDUAL

Estes Campeonatos destinam-se às categorias de Elites, Sub 23, Juniores, Cadetes, Masters e Femininas (Elites, Juniores, Cadetes e Masters).
Em termos técnicos é aplicado o que consta no RGTC para as corridas de Contra-Relógio Individual.
As distâncias máximas são as seguintes:


PARTICIPAÇÃO

Nos Campeonatos Nacionais de Contra-Relógio Individual as equipas com os escalões de Sub-23 e Elites devem apresentar pelo menos 2 corredores.
Excetuam-se as equipas que tenham menos de 6 corredores, as quais deverão participar pelo menos com 1 corredor.
Para as restantes categorias masculinos e femininas as quotas de participação serão estabelecidas no regulamento particular dos Campeonatos.